top of page

Somos Carolina e Greta, duas irmãs que, ao recordar as viagens de infância para Minas Gerais, sentimos uma saudade profunda daquele tempo mágico. Durante nossas férias de inverno, nossa família nos conduzia pela estrada em uma Belina, rumo a um refúgio repleto de paisagens deslumbrantes, animais, noites estreladas e fogueiras. Cada momento era uma aventura fascinante, um mergulho em um mundo onde a presença e o agora eram tudo o que existia. 


No final de 2020, tomamos uma decisão corajosa: deletamos nossa conta do Instagram, já sem estar em outras redes sociais. A sensação de aprisionamento pela publicidade excessiva e o sofrimento causado pelo vício em tela eram intensos. Começamos a observar uma realidade inquietante: estamos nos perdendo cada vez mais em telas, desconectadas do mundo real. Onde foram parar aqueles arrepios de descoberta e a espontaneidade da vida sem roteiros?


Os laços humanos estão sendo mediados pela tecnologia, transformando nossos relacionamentos em interações virtuais. Em shows, museus, teatros, praias e outros lugares de lazer, há sempre um mar de telas à nossa frente. O sentimento de vazio e solidão cresce, mesmo estando todos conectados aos nossos dispositivos móveis.


A Casa Offline nasceu com a missão de reconectar as pessoas ao que realmente importa: a conexão humana. Queremos resgatar a presença absoluta que vivíamos em Minas Gerais, um tempo em que a vida pulsava em torno de um fogão à lenha, onde as conversas fluíam e os olhares se cruzavam.


Nossa jornada é sobre redescobrir a alegria de viver sem barreiras, sobre compartilhar experiências reais com aqueles ao nosso redor. Queremos oferecer a todos uma chance de se desconectar das telas e se reconectar com a vida em sua forma mais autêntica e espontânea. É um convite para redescobrir o prazer de estar presente no agora.

WhatsApp Image 2024-03-27 at 3.27.35 PM (6).jpeg

PRESSUPOSTOS ESSENCIAIS DA CASA OFFLINE

  • A tecnologia deve ser usada para libertar o ser humano

  • Não há transformação sem presença

  • A felicidade existe e está fora da tela

PRODUTORA DE ZONAS LIVRES DE CELULAR

FUNDADORAS E CEOs

  • Carolina Tomaz
    Administradora financeira, tutora de uma American Bully e pós graduada em Finanças. Especialista em Finanças pelo INPG Business School e graduada em Administração pela Universidade Anhembi Morumbi. Carolina trabalha na área de gestão financeira há 25 anos e atualmente é gestora social na Associação Atados. 

  • Greta Lopes
    Atriz, mulher transexual e mestra em Artes. Formada pela UNESP e graduada em Artes Cênicas pela Faculdade Paulista de Artes, Greta tem experiência em gestão e produção cultural. Foi coordenadora artístico-pedagógica do Programa de Iniciação Artística da Prefeitura de São Paulo. Especialista em captação de recursos e organização de festas e ações culturais

AS FUNDADORAS DA CASA OFFLINE NÃO POSSUEM REDES SOCIAIS

bottom of page